sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010


I'm not saying it was your fault, although you could have done more. Oh you're so naive, yet so... "The Kooks"

Às vezes eu me pergunto: Porque é que as pessoas esperam tantas coisas umas das outras? Será que é tão difícil assim pra cada um buscar aquilo que deseja, sem projetar nos filhos, amigos ou companheiros seus desejos, vontades, gostos?! Deixar que cada pessoa faça suas próprias escolhas, ande pelo caminho que deseja e aprenda com seus próprios erros?
Às vezes temos medo que as pessoas em quem colocamos tantos sonhos, projetos e expectativas desabem, e que não concretizem tudo aquilo que por nós foi sonhado. Até nos esquecemos da principal parte: Essa pessoa quer realizar esse sonho? Esse sonho realmente faz parte dos sonhos dessa pessoa ou não, apenas está lá por obrigação, porque ela não quer decepcionar outra pessoa (leia-se família, amigos, mercado de trabalho, o que vier à cabeça)?
Está certo, eu posso estar aqui falando bobagem, escrevendo um monte de coisa que quem ler não vai entender. Estou dizendo isso porque é o que eu estou sentindo há um bom tempo. 
Na maioria das vezes, a gente acaba deixando de viver o que deseja para agradar os outros. Grande besteira. Porque a gente faz de tudo pra agradar, fazer as coisas "do jeito certo" e ainda assim escuta bobagem, gente reclamando, dizendo que poderia ser melhor. EU SEI que poderia ter sido melhor, não precisa ter alguém me lembrando disso 24 horas por dia, cada dia da minha vida. Quando algo dá errado, a primeira pessoa a perceber isso é quem fez. Portanto, deixem que eu me culpe sozinha! (Y)
Acho que o que eu realmente preciso, em primeiro lugar, é começar a pensar em mim antes de pensar nos outros. Chega de querer agradar a todos. Chega de me preocupar com o que ELES vão pensar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário