sábado, 3 de abril de 2010

E não mais que de repente...

Estranho pensar como o tempo passa tão depressa.
Ontem, éramos crianças inocentes, grudados nas barras das saias de nossas mães, e hoje, estamos nessa correria gigantesca, cronometrando o tempo para o vestibular, estudando feito doidos, procurando um emprego, uma identidade... Descobrindo uma nova face do mundo, e até de nós mesmos.
Dias atrás estava vendo umas fotografias antigas pensando nisso. Quando a gente é criança, se contenta com pouca coisa. Digo pouca coisa, no sentido de serem coisas simples... Nós não precisávamos trabalhar, estudar, nem nos preocupávamos com o futuro. Um brinquedo, um sorvete, uma história bem contada...Isso era o que precisávamos para sermos felizes.
O tempo passa, a gente aprende coisas novas, aprende Matemática, Física e as Evidências da Evolução, mas se esquece do mais importante. Se esquece de como ser feliz, de como encontrar a paz nas pequenas coisas da vida.
Cliché? Talvez, mas, queiram ou não admitir, a verdade é essa.

5 comentários:

  1. muuito liindo,esse texto fala de tudo um pouco,
    se encaixo perfeitamente na foto! :D

    ResponderExcluir
  2. Mas um texto que encaixa na minha vida.. Mandy.. vc escreve mto bem.. e pode ter certeza que eu não vou deixar de ler o seu blog.. Parabens amiga! (L

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Julia! Estou morrendo de saudades, continue lendo o Blog sempre que quiser (:

    ResponderExcluir