quarta-feira, 16 de junho de 2010

Dia dos namorados

Não queria falar sobre isso, mas depois do peso na consciência por ter lembrado do pedido da Julia, e depois de ter lido um texto sobre o assunto, resolvi escrever alguma coisa parecida.

Dia dos namorados é, nada mais nada menos que uma data comercial, posicionada estrategicamente entre o Dia das Mães e do dia dos Pais, período em que ninguém compra nada.

Para alguns, uma celebração.
Para outros, motivo de estorvo.
Para mim, é indiferente. Mas nem precisava ter dito.

Bem, esse post é mais uma dica para os namoradinhos por aí...
Nós, mulheres, não nos importamos com o preço do presente que você compra. Não queremos saber se você pagou 10 ou 50 reais, mas sim se você gastou 10 ou 30 minutos do seu tempo pensando em algum presente de verdade.
Também não existe essa história de "O que você quer ganhar?"
Puta que o pariu, presente não se pergunta! Isso não é presente, é compra. E para fazer compras eu vou sozinha, ou com minhas amigas, obrigada!

Já vi homem que compra batedeira, ferro de passar ou qualquer outra tralha pra mulher. Meu filho, é dia dos namorados. NAMORADOS, entendeu? Não é dia da casa! Comprasse uma pulseira de linha, daquelas de hippie que custam um real na rua. Garanto que ela ficaria muito mais feliz do que se ganhasse um liquidificador (Ah, isso se aplica ao dia das mães também. É dia das mães, não dia do lar).

Só pra constar, não esperamos nada espetacular não! Só esperamos que vocês parem 10 minutos entre uma reunião e outra, um problema e outro e pensem no que a gente realmente gostaria de ganhar. E não o que vocês querem, ou o que a gente precisa.

E não, eu não estou "estressadinha" com o presente que ganhei do meu namorado no dia dos namorados. Isso porque eu nem tenho um namorado.
Só penso que, independente de datas comerciais comemorativas, as pessoas deveriam preocupar-se um pouco menos com o material, com o útil, com o dinheiro que vão gastar, e começassem a pensar um pouquinho mais nos sentimentos do próximo, em como deixá-lo pelo menos 10 minutos mais feliz (mesmo que seu belo presente seja uma carta escrita a mão com letra feia, ou um beijinho de bom dia com a boca dura e a cara amassada, seguido de um eu te amo verdadeiro).

5 comentários:

  1. Adorei como todos os post's eh claro mais eu prefiro a foto preta e branca ok bjun continue assim !!!

    ResponderExcluir
  2. Ooowwnnt amor, obrigada (:
    A foto preta e braca ficou legal, mas tem muito preto e branco no tema do Blog D: heheuih ♥

    ResponderExcluir
  3. Dessa vez mais do que todas as outras você falou o que a maioria(se é que eu não possa dizer todas)as mulheres pensam.Acredito que não falo só por mim quando digo que toda mulher por mais coisas que tenha que fazer,por mais que esteja com aquela cólica terrivel, pára e pensa o que despertaria aquele sorriso gostoso junto com aquele olhar brilhante seguido DAQUELE beijo, no seu amor.E definitivamente "O que você quer ganhar" é a grase mais ridícula de um dia dos namorados.Será que é tão difícil um homem entender isso?

    ResponderExcluir
  4. pulseirinha de linha dos hippies ! *-*

    ResponderExcluir
  5. aaaahh.. adorei!!
    Ri tambem mtoo.. mas é vdd.. nós, mulheres não estamo interessada em saber o qnto pagou mas o qnto de tempo gastou pra escolher.. se realmente parou pra pensar em nós (mulheres) ou pediu pra mãe ou pra secretaria comprar...
    Sim.. o dia dos namorados é mais um dia comercial!! Que pena, porque não se compra mais presente por comprar mas sim por ser uma data no calendario já programada..

    (desculpa por so ler agora!)

    adoreii..
    saudades!
    (:

    ResponderExcluir