sábado, 17 de julho de 2010

Percebendo

É frustrante perceber que boa parte das pessoas preferem ouvir o que seus "superiores" dizem, a entender o que acontece à sua volta.
É o mesmo que enganar a si próprio, vender seus ideais, suas convicções por uma gota de alívio.
Nada além de tentar esconder-se no que é mais conveniente, fechando os olhos para a verdade. Mas isso não passa de ilusão, porque o mundo, meu filho, não é bem como nos contaram!

Por que não achar a solução verdadeira e definitiva dos nossos problemas, ao invés de correr atrás de "curativos e peneiras" emocionais? 
Acho que finalmente chegou a hora de abrirmos nossos olhos, a hora de despertarmos. Chega dessa vida medíocre, cansei de sofrer! E o pior, sofro (sofremos) por motivos que nem conhecemos. É o sentimento do vazio, sentimos-nos incompletos. 
Acredito que a vida é bem mais do que isso que vemos. Temos um propósito muito maior do que simplesmente trabalhar, ter alguns poucos "luxos" e raros momentos de felicidade.
Passar a vida esperando uma pessoa para muda-la, ansiando, desejando ser algo que não seremos nunca, e o pior - ALGO QUE NÃO PRECISAMOS SER! Porque cada um é como é, cada um tem sua essência e seu espírito.

O difícil é perceber que no final, a razão sempre foi sua... E que sua gota de alívio não curou sua sede para sempre.
O difícil é perceber que você teve a chance de ter exatamente o que você queria naquele momento, e acabou tendo o que outros queriam.

São conclusões, não julgamentos. As pessoas confundem senso comum com mente influenciável, e acabam esquecendo de si mesmos. 
É "normal", já que todos por bem ou por mal, acabam pensando da mesma forma. E arrependimento acaba virando "senso comum" por um bom tempo.

E, uma pergunta que eu faço para todos que julgam minha atitude de "reclamar" e desejar alguma mudança:
- Você está feliz com o mundo em que vive? Está realmente feliz? Pois é, eu não estou.

Pois a nossa vida é assim: Sempre "convulsionando em objetivos dos quais não temos muita idéia do que se tratam, lutando por comida e aluguel, esperando um dia que jamais vai chegar,  por pessoas que jamais vão existir, e tentando ser alguém que jamais seremos. Estamos todos no mesmo barco e o barco está cheio até a boca, transbordando todo mundo, e a hora de todo mundo vai chegar.  Isso nao é o fim do mundo, porque o mundo é assim desde o começo até o fim. Reze para o seu Deus, chegue cedo no trabalho, pague seu aluguel, seja um cidadão de bem e quem sabe você esteja por um triz numa segunda-feira qualquer com um cano de aço roçando na sua blusa de lã." PC

2 comentários:

  1. Adorei mais conheço esse final de algum lugar uheuheuheuh muito bom o post Mandy continue assim ok bjus!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei sem palavras pra comentar..mas eu acho que você entende o que eu estou falando,a partir do momento em que falar da nossa realidade,de como nos subtemos a essa vida..é mais díficil,ou melhor,quase impossível!

    Amanda ficou muito bom mesmo esse post de hoje! Tipo..você ta ficando cada vez mais foda nisso ;)

    ResponderExcluir