quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Confortável, amigo?

- Oi, com licença?
- Pois não?
- Será que você pode parar de me apertar agora, ou só quando eu for espremida para fora do ônibus pela janela?

Silêncio constrangedor. Pausa sugestiva. Recolher de pernas.

- Obrigada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário